09/02/2018

Pular o carnaval pode ser o início de uma vida mais saudável

images/carnaval_vida_saudavel_shutterstock_900x600.jpg

Uma das melhores épocas do ano para sair do sofá e colocar o corpo em movimento é o carnaval. E a já tradicional folia brasileira pode servir de ponto de partida para quem busca uma vida mais ativa e saudável.

É aconselhável que todas as pessoas pratiquem atividade física regularmente, mas muitos colocam a culpa na falta de tempo, no excesso de trabalho ou falta de oportunidade. Quer chance melhor que o carnaval para andar, pular e dançar? Wagner Rodrigues Martins, professor do Curso de Fisioterapia da Universidade de Brasília (UnB) explica que a folia pode ser uma ótima oportunidade para a pessoa perceber que se sente melhor quando o corpo está ativo e utilizar a experiência para mudar seus hábitos.

“A dança tem um gasto energético e dependendo da duração, do padrão de movimento, ela vai ser considerável para uma mudança no metabolismo. Assim, pular o carnaval vale muito como atividade física”, explica o professor. “A folia vai tirar a pessoa de uma zona de conforto e colocá-la para se movimentar. E isso pode favorecer uma mudança de hábito, que é o que todos devem buscar para ter uma vida mais saudável.”

Segundo Wagner Rodrigues Martins, um folião vai perceber os benefícios da atividade física e pode, a partir dali, sentir a necessidade de incorporar à rotina mais movimentos e objetivos específicos. “A dança serve como expressão corporal, coordenação motora, melhora o movimento, o equilíbrio, tem alguma atividade cardiovascular envolvida e trabalha também a questão da resistência muscular. Mas ela tem limites. Não dá para usar essa dança de carnaval somente. Ela pode ser um ponto de partida para que a pessoa procure outras atividades que vão trabalhar a saúde do corpo como um todo.”

Pulou o carnaval? Correu atrás do trio elétrico? Ensaiou passos de frevo, axé e maracatu? Chegou a hora de se programar para o restante do ano. “Para emagrecimento, fortalecimento muscular, etc, a pessoa deve procurar algo mais específico com um profissional de educação física”, explica o professor. “Esse período que é muito particular do brasileiro, cultural mesmo, se ele servir como ponto de partida para uma pessoa que não pratica atividade física regularmente e observa que se movimentar faz bem são corpo, a folia vai ser ainda mais estimulante. A partir dali ela pode procurar um fisioterapeuta, um cardiologista, um professor de educação física para saber se ela está apta para exercícios sistematizados e mais específicos que vão gerar adaptações a curto, médio e longo prazo.”

Vale lembrar que existem cuidados específicos para a folia. Beba bastante água, já que o corpo pode estar em constante movimento – e por causa do calor desta época do ano –, e não exagere na atividade. Observe os limites do corpo, principalmente se não faz atividade física regularmente. Evite também o consumo de bebida alcóolica. Assim, o carnaval vai ser muito mais proveitoso e pode servir de início para uma vida bem mais ativa e saudável.

Compartilhar:

A+

A-

A



Acesse também

Parceiros